Quantidade de exames de Covid-19 realizados na rede privada cresce 12,8%, segundo Abramed Freepik
26 Janeiro

Quantidade de exames de Covid-19 realizados na rede privada cresce 12,8%, segundo Abramed Destaque

Na comparação entre as últimas duas semanas, o número de exames subiu de 6.714 para 7.580; já a taxa de positividade foi de 19% para 22%

O número de exames de Covid-19 realizados na rede privada registrou aumento de 12,8% na comparação entre a semana de 31 de dezembro de 2023 a 6 de janeiro de 2024 e a semana de 7 a 13 de janeiro de 2024, segundo os associados à Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), que representam cerca de 65% do volume de exames realizados na saúde suplementar no Brasil.

Na comparação entre as semanas, a quantidade de exames de Covid-19 subiu de 6.714 para 7.580. Já a taxa de positividade foi de 19% para 22%. Mesmo com esse aumento, os dados sofreram uma variação leve, revelando certa estabilidade no período.

No total das últimas seis semanas (de 2 de dezembro de 2023 a 13 de janeiro de 2024), foram realizados 43.135 exames, com taxa de positividade média de 21,7%. Na comparação entre essas seis semanas, o número de exames atingiu o pico de 9 a 15 de dezembro de 2023, com 13.012 exames realizados e 23% positivos, também a maior positividade do período.

Já a menor quantidade de exames e a menor taxa de positividade nas últimas seis semanas aconteceram justamente na semana de 31 de dezembro de 2023 a 6 de janeiro de 2024. Foram 6.714 exames e 19% positivos.

Com relação às expectativas para o Carnaval, que acontecerá entre 10 e 13 de fevereiro, o número de exames de Covid-19 realizados deve cair, devido aos festejos e ao feriado, acompanhando o movimento de 2022 e 2023. Também nesses anos não se observou nenhum crescimento imediatamente após o Carnaval.

Vale lembrar que a Abramed desempenha um papel fundamental na compilação e no registro de dados relacionados à evolução da Covid-19. Os laboratórios clínicos associados enviam os resultados dos exames diretamente à Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS/DATASUS), contribuindo para o monitoramento epidemiológico pelo Ministério da Saúde.

Essas informações são essenciais para avaliar a situação da pandemia e orientar as medidas de saúde pública. A entidade também enfatiza a importância de seguir as diretrizes de prevenção e cuidados para combater a propagação do vírus e proteger a saúde de todos.

Fonte: Abramed

Ler 64 vezes Última modificação em Sexta, 26 Janeiro 2024 09:29
Avalie este item
(0 votos)

Facebook

Parceiros

   
   

Contato

Sindessmat - Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso

Rua Barão de Melgaço, n° 2754

Edifício Work Tower - Sala 1301

Cuiabá - MT

Telefone: (65) 3623-0177
(Administrativo/Financeiro)

Email: diretoria@sindessmat.com.br

Sobre nós

O SINDESSMAT – Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso – conforme seu Estatuto, é constituído para fins de estudo, coordenação, proteção e representação legal da categoria dos estabelecimentos de serviços de saúde, dentro do estado de Mato Grosso.