24 Março

Eli Lilly testará tratamento para coronavírus em 4 meses

A Eli Lilly, em parceria com a AbCellera, está trabalhando no desenvolvimento de terapias para o tratamento e profilaxia do SARS-CoV-2, vírus que causa a COVID-19 (coronavírus). As pesquisas iniciais que identificaram rapidamente o potencial dos medicamentos para tratar e prevenir o vírus de circulação mundial contaram com as participações do Centro de Pesquisa de Vacinas – Vaccine Research Center (VRC) e Instituto Nacional de Saúde – National Institute of Health (NIH) dos Estados Unidos.

Os estudos foram feitos nos Estados Unidos (EUA) por meio do programa DARPA Pandemic Prevention Platform (P3), da ABCellera, com a plataforma global da Lilly, a partir de uma amostra de sangue de um dos primeiros pacientes recuperado do coronavírus em território norte-americano. A análise concluída sete dias após o indivíduo, comprovadamente, estar curado, avaliou mais de cinco milhões de células imunes visando a detecção das que produziam anticorpos e, consequentemente, ajudariam o a neutralizar o vírus. Na etapa seguinte, uma checagem minuciosa identificou mais de 500 sequências únicas de anticorpos totalmente humanos, totalizando o maior painel de Anticorpos SARS-CoV-2 já relatado.

Paralelamente, a companhia também já mapeou centenas de anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, responsável pelo surto atual, que foram transferidos para testes funcionais com especialistas globais em virologia. O próximo passo, segundo os pesquisadores, é rastrear quais são os anticorpos mais eficazes na neutralização do vírus, trabalho que será realizado em conjunto com o Centro de Pesquisa de Vacinas – Vaccine Research Center (VRC) e o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas – National Institute of Allergy and Infectious Disease (NIAID).

“Agimos de maneira rápida e precisa, num ritmo mais acelerado do que em qualquer outra situação. A pandemia da COVID-19 é uma situação que exige velocidade e um esforço mobilizador”, Dan Skovronsky, diretor científico da Eli Lilly. Trabalhamos sempre para desenvolver soluções inovadoras e que impactem positivamente na qualidade de vida das pessoas. Queremos contribuir com nossa experiência e tradição principalmente durante esta crise global de saúde que envolve o coronavírus. Embora normalmente um novo programa de anticorpos terapêuticos possa levar anos para estar disponível, nosso objetivo é testar esses tratamentos no começo do segundo semestre. Ao término dos estudos, caso sejam bem-sucedidos, a Lilly ficará responsável por produzir, distribuir e comercializar as novas terapias em âmbito global.

 

Fonte: Medicina S/A

Ler 10 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Facebook

Parceiros

 

Contato

Sindessmat - Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso

Rua Barão de Melgaço, n° 2754

Edifício Work Tower - Sala 1301

Cuiabá - MT

Telefone: (65) 3623-0177

Email: diretoria@sindessmat.com.br

Sobre nós

O SINDESSMAT – Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso – conforme seu Estatuto, é constituído para fins de estudo, coordenação, proteção e representação legal da categoria dos estabelecimentos de serviços de saúde, dentro do estado de Mato Grosso.