03 Maio

Plano de solução para reabrir Santa Casa prevê contratação de novos médicos e funcionários

O plano de solução para reabrir a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, apresentado pelo governador Mauro Mendes (DEM), prevê a contratação de novos médicos, funcionários em geral e prestadores de serviços. O filantrópico também ficará sob o controle total da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

O decreto que autoriza a ‘requisição administrativa’ do hospital, que é privado, foi publicado na edição extra Diário Oficial, que circula nesta quinta-feira (2). A Santa Casa está com os serviços e atendimentos paralisados desde o dia 11 de março.

A medida apresentada pelo Estado deve ser o último passo para que sejam destravados os R$ 7 milhões aportados pela prefeitura e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), que serão utilizados para pagamento de salários atrasados.

Apesar de assumir a administração, o Governo não irá pagar por nenhuma dívida que a instituição tenha contraído nos últimos anos.

De acordo com o governador Mauro Mendes, a medida não se trata de uma intervenção, e sim, a utilização dos bens móveis e imóveis, além de serviços, apenas para ‘resguardar o atendimento do serviço de saúde’ para o cidadão.

"Todos pensavam apenas em resolver o problema dos trabalhadores. Agora, isto ainda persiste, mas acabamos – por forças da circunstâncias – assumindo a gestão. Temos dificuldade financeira, todos sabem, mas deixar o hospital fechado é o pior dos mundos", disse o chefe do Executivo.

A Santa Casa está fechada desde o dia 11 de março por falta de pagamentos a fornecedores e funcionários, que estão com cerca de sete meses de salários atrasados.

Em entrevista na semana passada, o governador explicou que a sua equipe tomou a atitude por conta da inércia da prefeitura em não elaborar nenhuma proposta para resolver a situação do filantrópico.

Em visita a Cuiabá neste mês, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta se comprometeu a ajudar a resolver o problema, inclusive com aporte financeiro, mas deixou claro que não disponibilizará nenhum centavo para o filantrópico se não for apresentado um relatório completo sobre a origem da dívida, além de um plano de recuperação econômica da instituição.

 

Fonte: Olhar Direto 

Ler 28 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Facebook

Parceiros

 

Contato

Sindessmat - Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso

Rua Barão de Melgaço, n° 2754

Edifício Work Tower - Sala 1301

Cuiabá - MT

Telefone: (65) 3623-0177

Email: diretoria@sindessmat.com.br

Sobre nós

O SINDESSMAT – Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso – conforme seu Estatuto, é constituído para fins de estudo, coordenação, proteção e representação legal da categoria dos estabelecimentos de serviços de saúde, dentro do estado de Mato Grosso.