29 Junho

Crioterapia capilar ajuda a realizar a quimioterapia sem a perda de cabelos

Método reduz a queda de cabelos durante o tratamento contra o câncer

Entre as muitas dificuldades que uma paciente enfrenta durante o tratamento de um câncer, está a queda do cabelo como consequência da quimioterapia. Além da autoestima abalada, parte fundamental do tratamento, a perda dos fios torna quase impossível manter a privacidade sobre a doença. Mas hoje já há esperança de reverter o problema graças a crioterapia, método de preservação do cabelo durante a quimioterapia, que está disponível em Mato Grosso pela Oncocenter Oncologia Clínica.

A clínica, que é pioneira no uso desta tecnologia na região Centro-Oeste, utiliza a touca inglesa da Paxman, com capacidade para atender até dois pacientes por período. O tratamento usa equipamentos modernos que promovem o resfriamento do couro cabeludo a 18º C durante a aplicação da quimioterapia, de forma que os vasos sanguíneos se contraiam e o metabolismo do bulbo capilar diminua, limitando o efeito negativo da quimioterapia preservando assim o cabelo que de outra forma cairia.

O resfriamento deve ser realizado em conjunto com a quimioterapia, iniciando cerca de 30 minutos antes do período de aplicação do medicamento e posterior ao término deve permanecer de 30 a 90 minutos.

“Os estudos clínicos mostram que a crioterapia é eficaz em 30 a 80% dos casos, dependendo diretamente do tipo de quimioterapia utilizada”, afirma o oncologista da Oncocenter, Cleberson Queiroz.

O médico ressalta ainda que a indicação e as chances de sucesso devem ser cuidadosamente discutidas caso a caso com o oncologista. “Os estudos norte-americanos incluíram apenas mulheres com câncer de mama, sendo esse o grupo de maior indicação do tratamento. Porém, a longa experiência europeia já demonstrou eficácia em diversos outros tipos de câncer. As únicas neoplasias que contraindicam o uso da crioterapia capilar são os cânceres hematológicos como leucemias e linfomas, pois ainda não há estudos que confirmem a segurança da técnica nesses casos”, ressalta Cleberson Queiroz.

No Brasil nenhum grande estudo sobre a crioterapia foi realizado, pois essa tecnologia é nova, presente em Cuiabá desde 2017 na Oncocenter – Centro de Oncologia. Nos Estados Unidos e na Europa existem vários trabalhos que avaliam a qualidade de vida em pacientes que fazem tratamento de câncer. Sendo comprovado que as mulheres que experimentam a queda de cabelo, chamada de alopecia, relatam piores avaliações, o que impacta em todos os aspectos da vida, desde seu emocional até a forma como reage ao tratamento, sendo a autoestima e a humanização tão importantes para as pacientes quanto às cirurgias e medicamentos.

Ler 246 vezes Última modificação em Sexta, 29 Junho 2018 16:21
Avalie este item
(1 Votar)

Facebook

VII CONGRESSO BRASILEIRO FENAESS. Cuiabá - MT - 20 e 21 de Setembro de 2018

INSCRIÇÕES
Toggle Bar

Parceiros

Contato

Sindessmat - Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso

Rua Barão de Melgaço, n° 2754

Edifício Work Tower - Sala 1301

Cuiabá - MT

Telefone: (65) 3623-0177

Email: diretoria@sindessmat.com.br

Sobre nós

O SINDESSMAT – Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso – conforme seu Estatuto, é constituído para fins de estudo, coordenação, proteção e representação legal da categoria dos estabelecimentos de serviços de saúde, dentro do estado de Mato Grosso.