Quarta, 11 Abril 2018 08:57

Homens sentem vergonha de procurar ajuda em casos de depressão

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Homens sentem vergonha de procurar ajuda em casos de depressão

A depressão é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o mal do século 21. Apesar de afetar mais mulheres, a doença silenciosa também pode ser diagnosticada em homens. Na semana passada, o ator americano Dwayne Johnson, conhecido como “The Rock”, revelou que sofreu com o problema quando adolescente, após ver sua mãe tentar suicídio. O astro de Hollywood tem usado seu exemplo para incentivar que outros homens procurem ajuda.

“Demorei para perceber, mas o segredo é não ter medo de se abrir. Especialmente nós, homens, temos a tendência de nos fechar. Vocês não estão sozinhos”, compartilhou The Rock em uma postagem numa mídia social.

De acordo com a psicóloga do Norte D’Or Andreia Belo, o ator está certo ao dizer que os homens são mais fechados.

— Eles têm uma dificuldade maior de fazer contato com as próprias emoções. Alguns não conseguem mostrar suas fragilidades, pensam que estão se expondo demais. Eles tendem a desenvolver mais mecanismos de “defesa” do que as mulheres.

A ideia de que a depressão é “bobeira” e “frescura” desincentiva ainda mais a procura de ajuda pela maioria dos homens.

— Nós vivemos numa sociedade muito machista ainda. Então, para o homem, é mais difícil expor o que está sentindo. Muitos ainda têm aquela visão de que são os responsáveis por tomar conta de tudo e que precisam ser fortes sempre — afirma Livia Marques, psicóloga com foco em terapia cognitivo comportamental.

Os fatores que desencadeiam a depressão podem ser diversas, como lista o psicólogo clínico Bruno Almeida.

— Perda recente de um parente, amigo ou do emprego. Frustração de não ter consigo atingir o objetivo de vida. E estar com as finanças no vermelho são algumas das causas.

Quando não tratada, a depressão pode ser uma das causas do suicídio. Entre 2011 e 2016, mais de 60 mil brasileiros tiraram suas próprias vidas, dos quais 79% eram homens, segundo o Ministério da Saúde.

Família precisa estar atenta

Por serem mais fechados, muitos homens sofrem de depressão calados, mas os sintomas aparecem. A atenção da família a estes sinais é fundamental.

— Quem está a volta deste homem deve ter empatia e procurar conversar com ele, sem julgamentos. É preciso perguntar como é possível ajudar e escutar da pessoa qual é o tipo de ajuda que ela quer ou precisa. O diálogo precisa ser aberto — diz Livia.

O tratamento é feito com um psicólogo, que quando necessário, pode solicitar o acompanhamento de um psiquiatra. Em alguns casos, é preciso fazer uso de medicamentos.

 

Alguns sinais

Irritabilidade excessiva ou maior agressividade

Alterações alimentares: passam a comer mais ou a comer menos

Ganho ou na perda de peso como resultado da mudança alimentar

Abandono das atividades que gostava de fazer

Diminuição do desejo sexual

Isolamento social

Queda na produtividade no trabalho ou nos estudos

Desenvolve alguma doença no corpo

Problemas para dormir ou insônia

Naqueles que têm tendência a compulsão, há o risco de consumo de álcool e outras drogas

 

Fonte: Repórter MT

Ler 23 vezes

Localização

Agenda

« Abril 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30