Segunda, 09 Abril 2018 09:01

Pronto-socorro deve ficar pronto em 60 dias

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Pronto-socorro deve ficar pronto em 60 dias

Com uma população aproximada de 600 mil pessoas, Cuiabá completa neste domingo, 8 de abril, 299 anos. Porém, um dos presentes mais esperado pelos cuiabanos não será entregue durante as comemorações do seu aniversário e só deve chegar com pelo menos 60 dias de atraso. Trata-se do novo Hospital e Pronto-socorro Municipal (HPSMC), que está sendo construído no Bairro Ribeirão do Lipa, próximo ao Centro de Eventos do Pantanal.

 

Orçada em R$ 80 milhões, a obra física está mais de 90% concluída. Mas, sua inauguração prevista para este mês, durante os festejos de aniversário da cidade, foi adiada pelo Governo do Estado e pela Prefeitura para o final deste primeiro semestre. Do total, R$ 30 milhões são custeados pela prefeitura e o restante, em torno de R$ 50 milhões, pelo Estado.

 

A expectativa é de que o novo hospital mude a realidade na área da saúde não só para a população cuiabana, mas de Mato Grosso. Isso por que a capital atende grande parte de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) do interior de Mato Grosso.

 

“Eu estou avaliando (a data de inauguração) em virtude do processo licitatório, que não tenho como prever se vai haver disputas, impugnações, brigas judiciais ou não. Então, eu já não posso assegurar, o que era o meu grande desejo, a data de 8 de abril de 2018, a data dos 299 anos de Cuiabá. Mas, estamos trabalhando com o prazo de até junho, ainda no primeiro semestre”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro, em janeiro deste ano, quando em companhia do governador Pedro Taques, visitava o canteiro de obras.

 

Ainda na ocasião, Pinheiro anunciou o início da concorrência pública para a compra de mobiliários e equipamentos para o novo pronto-socorro. O processo está dividido em quatro etapas, abrangendo um montante da ordem de R$ 48 milhões em licitação.

 

O projeto do pronto-socorro foi idealizado com base em modelos mais modernos de atendimento à saúde pública existentes no país. A nova unidade está sendo construída em uma área de 21 metros quadrados de extensão e contará com três grandes setores.

 

Serão 315 leitos, sendo 40 para unidades de terapia intensiva (UTI), um centro de diagnósticos, o que deverá evitar que os exames necessários sejam feitos em outros lugares e, ainda, um centro ambulatorial, com consultas e leitos para internação suficientes para qualquer tipo de atendimento.

 

O prédio terá três entradas principais, sendo a primeira exclusiva para pacientes com casos de urgência e emergência adulta e pediátrica referenciados pelo SUS (como aqueles direcionados pelo Samu, ou redirecionados pelas unidades de pronto atendimento (UPA). Já a segunda entrada será para os casos ambulatoriais (como consultas e agendamentos); e a terceira para internações).

 

Para facilitar a chegada de ambulâncias e da população, a unidade de saúde terá dois acessos. Um pela Avenida Miguel Sutil e outra pelo Bairro Despraiado, além de uma área para estacionamento com 444 vagas e um heliporto.

 

A obra foi lançada ainda na gestão do ex-prefeito Mauro Mendes, no segundo semestre de 2015. À época, a expectativa das autoridades públicas estaduais e municipais era de que 100% da estrutura estivesse concluída ainda em 2017.

Fonte: Folha Max

Ler 14 vezes

Localização

Agenda

« Abril 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30