Sexta, 06 Abril 2018 08:50

Emanuel negocia repasses aos hospitais filantrópicos de Cuiabá

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Emanuel negocia repasses aos hospitais filantrópicos de Cuiabá

Diante da dificuldade financeira dos hospitais filantrópicos de Cuiabá, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), recebeu na manhã desta quarta-feira (04.04), em seu gabinete, o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), o procurador-geral de Justiça, Mauro Curvo e os presidentes das unidades de saúde, Antônio Preza (Santa Casa de Misericórdia), Laudemi Moreira (Hospital de Câncer – HCAN) e Marcelo Sandrin (Hospital Santa Helena), para resolver o impasse.

 

“O prefeito já se dispôs a sentar e resolver alguns problemas, especificamente da Santa Casa, Hospital de Câncer e do Hospital Geral. Tem outras ações que vamos lutar para resolver daqui pra frente, como a questão de emendas e outras ideias para ajudar os hospitais”, explicou o deputado Botelho.

 

De acordo com o presidente da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, Antônio Preza, a reunião intermediada pelo deputado Botelho foi importante para expor as questões que estão “apertando o cinto dos hospitais”. Disse que próximo passo será reunir com secretário municipal de Saúde, Huark Douglas Correia, e com o prefeito Pinheiro, na busca de solução.

 

“Saímos daqui com objetivo de reunir e achar a solução definitivamente à questão das emendas. A única solução é o repasse, por isso vamos sentar para verificar como solucionar esse impasse”, afirmou Preza, ao destacar que o recurso já está em caixa. A Santa Casa, que está com as atividades paralisadas para novos pacientes, tem R$ 10 milhões para receber da Prefeitura de Cuiabá e manter o custeio.

 

Preza também destacou a disposição da Assembleia Legislativa e bancada federal de Mato Grosso em participar das discussões, junto ao governo do estado, sobre outro repasse pendente no valor de R$ 33 milhões destinados aos filantrópicos.

 

O procurador-geral explicou que na reunião foi possível tratar sobre casos específicos dos hospitais, especialmente os problemas que vêm enfrentando com a Secretaria Municipal de Saúde. “Além dos casos específicos, tratamos também da situação de forma geral sobre dois aspectos: passado e futuro. Para tentar resolver o passivo a solução é o repasse dos 33 milhões de reais em emendas, que em tese já foi recebido pelo governo do estado. Para o futuro a solução é aproveitar a proposta do Fundo de Estabilização Fiscal que vem sendo feita pelo governo, avançando incentivos fiscais e destinar um percentual desse valor para ajudar os hospitais filantrópicos”, afirmou, ao destacar que se esses hospitais paralisarem as atividades a situação será catastrófica.

 

Botelho disse que a proposta do Fundo de Estabilização Fiscal deverá ser encaminhada pelo governo à ALMT na próxima segunda-feira (09.04). “O fundo virá para a Assembleia com a concordância dos setores que irão contribuir. Isso facilitará muito a aprovação aqui dentro. Agora, queremos estipular um percentual específico para a Saúde e criar regras também para beneficiar os filantrópicos, essa é a ideia”, declarou o presidente Botelho.

 

Também participaram os deputados Guilherme Maluf, Wagner Ramos, Romoaldo Junior diretor de Relações Públicas e a coordenadora de Desenvolvimento de Projetos do Hospital de Câncer, Arnaldo Sousa Marques e Silvia Negri, respectivamente, Zoraida Hanna Mady (administração do Hospital Santa Helena).

Fonte: Folha Max

Ler 37 vezes

Localização

Agenda

« Abril 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30